No mês passado, de cada 1.000 pagamentos, 948 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias – índice de pontualidade de 94,8%

São Paulo – A pontualidade de pagamento das micro e pequenas empresas, após ter recuado no primeiro mês de 2011, registrou pequena recuperação em fevereiro. No mês passado, a cada 1.000 pagamentos realizados, 948 foram quitados à vista ou com atraso máximo de sete dias (índice de pontualidade de 94,8%). Em relação à pontualidade obtida no mês de janeiro de 2011 (94,7%), a alta foi de 0,1 ponto percentual, mesmo incremento se considerarmos o nível de pontualidade que foi observado em fevereiro de 2010 (94,7%).

A pequena recuperação da pontualidade de pagamentos das micro e pequenas empresas em fevereiro de 2011 pode ser atribuída ao fato de que, neste ano, o feriado do Carnaval caiu em março. Assim, o calendário favoreceu a geração de caixa das empresas no mês de fevereiro, o qual contou com mais dias úteis para melhor administrar o volume de pagamentos.

A pontualidade de pagamento não teve comportamento uniforme entre os setores econômicos. No comércio, ela recuou de 95,3% (jan/11) para 95,2% (fev/11). No setor de serviços houve avanço de 94,0% (jan/11) para 94,3% (fev/11), direção semelhante à registrada pela indústria cuja pontualidade de pagamento passou de 93,3% (jan/11) para 93,6% (fev/11).

O valor médio dos pagamentos em dia caiu 11,2% em fevereiro/11, atingindo R$ 1.416,14. Na comparação com fevereiro de 2010, houve queda de 1,8%, a primeira em cinco meses. Isto é um sinal de que as medidas de aperto monetário podem estar gerando uma postura mais cautelosa das empresas, desestimulando-as a efetuar compras em maiores valores e quantidades.

Contato:
Victoria Bustamante Iturrieta – 11 2847-8426 – victoria.iturrieta@br.experian.com
Eldi Willms – 11 2847-8427 – eldi.willms@br.experian.com

Fonte: Agência Sebrae

Anúncios