Em ofício divulgado nessa quinta-feira (24/2), a autarquia do mercado de capitais afirma ter constatado deficiência na forma de evidenciar as informações em notas explicativas.

“É importante ressaltar que as notas explicativas são fundamentais para que os usuários das demonstrações financeiras sejam capazes de identificar as práticas contábeis selecionadas pela companhia”, sinaliza o documento.

Para evitar os desvios mais frequentes, a Comissão de Valores Mobiliários (CVM) tem encorajado a divulgação das premissas utilizadas para determinar o valor recuperável de ativos durante o período em análise.

As instituições sob verificação também devem usar as notas explicativas para mencionar seu relacionamento e suas transações com partes relacionadas como empregados e administrados, benefícios pós-emprego ou remuneração baseada em ações.

Também tem sido uma preocupação a mensuração do valor presente dos ativos, por meio de uma descrição.

No mesmo sentido, o reconhecimento da entrada de benefícios econômicos deve constar com breve descrição da natureza do ativo na data do balanço e, da mesma forma, uma estimativa dos seus efeitos financeiros.

Fonte: Brasil Economico

Anúncios